As fintechs tem sido a “mola” para as grandes mudanças mundiais em termos de economia.

Graças ao e-commerce, muita coisa mudou! Hoje as empresas negociam de forma diferenciada, o público não precisa mais estar fisicamente presente! O meio virtual possibilitou novas formas de atendimento e lucros!

Novos empreendimentos têm surgido a partir de aplicativos, softwares e sistemas em nuvem! Fintech é na verdade, o nome dado, para as empresas de tecnologia financeira, que criam soluções inovadoras ao comércio e indústrias!

A fintech se destaca porque possui um caráter inovador, atraente, com ideias criativas, e melhor, com a menor burocracia existente, em todo o mercado! Sendo assim, uma excelente forma de comercialização para empresários e clientes!

Se você já viu pagamentos realizados por Paypal, PagSeguro, rifas virtuais e algum crowdfunding (forma de financiamento coletivo), então já sabe o que é uma fintech.

E esse boom acaba de chegar na Ásia!

O investimento nas fintechs, acaba de ser analisado na Ásia. A empresa de consultoria em tecnologia Accenture – enviou um relatório detalhado sobre a vinda desse boom para mercado asiático nos próximos anos.

O relatório afirma que os investimentos nas fintechs para a região, vai mais do que quadruplicar referente ao número do ano passado e assim, possibilitar – chegar em vários milhões de dólares (e possivelmente bilhões) no seu montante total.

A tecnologia financeira decolou em todo o outro lado do mundo, e apesar da Ásia ter ficado – em algum tempo – um pouco para trás. Os relatórios ao longo do ano têm mostrado uma maior integração entre as empresas na Ásia e outros sistemas em todo o mundo. O relatório da Accenture diz que nos primeiros nove meses de 2015, o total de investimentos em tecnologia financeira chegou a US $ 3,5 bilhões, ultrapassando significativamente a soma U$880M de 2014.

A Accenture também observou que uma parcela significativa de ofertas de fintechs na região, até 40%, estavam com plataformas baseadas em pagamentos. Um fato interessante apontado pelo relatório foi que, embora o investimento total mais do que quadruplicou, o volume de investimento só aumentou marginalmente. Até agora, diz Accenture, 122 ofertas foram feitas, em comparação com 117 para todo o ano de 2014.

O relatório da Accenture sublinhou a importância de tanto a China, como a Austrália (da Oceania), se engajarem no crescimento dos investimentos em tecnologia financeira para o Pacifico da Ásia. Ambas as regiões aumentaram significativamente seu nível de investimento, especialmente em negócios envolvendo empresas estrangeiras.

A Accenture observa que há três setores que têm e vão receber uma atenção especial: blockchain (pagamentos virtuais com protocolos de códigos), nuvem (tecnologia de segurança) e ferramentas (pagamentos).

Blockchain anteriormente era uma ideia impopular devido à sua ligação com bitcoin, uma tecnologia que anteriormente não foi levada a sério. Já os sistemas baseados em nuvem, em particular, vão receber investimentos pesados, de acordo com a Accenture.

Como você pode ver, o futuro de pagamentos, está nas mãos das fintechs.

Acesse o relatório aqui.