Connect with us

Fintechs

Alibaba: receita supera expectativas e cresce 61% no primeiro trimestre

Redação Pagamento.me

Published

on

O grupo chinês Alibaba divulgou na quinta-feira um volume de negócios do primeiro trimestre do seu exercício ligeiramente acima das expectativas, graças ao crescimento das suas principais atividades de comércio online. A receita subiu 61%, para 80,9 mil milhões de yuans (10,16 mil milhões de euros) para o período de abril a junho, em comparação com 80,7 mil milhões de yuans previstos pela Thomson Reuters I/B/E/S.

O lucro líquido do grupo caiu, no entanto, 41%, para 8,7 mil milhões de yuans, ou seja 3,3 yuans por ação, como resultado de uma taxa excecional relacionada com a recente angariação de fundos da Ant Financials, subsidiária da Alibaba que possui a principal plataforma de pagamento online na China.

Embora o crescimento do volume de negócios tenha acelerado desde a introdução em bolsa do grupo em 2014, as margens sofreram uma agressiva política de investimento, tanto na distribuição em lojas como em matéria de logística e de computação em nuvem. Excluindo itens extraordinários, o lucro foi de 8,04 yuans (1,22 dólares) por ação, abaixo das expectativas de 8,15 yuans.

O volume de negócios da atividade principal de comércio online progrediu 61%, para 69,2 mil milhões de yuans (8,7 mil milhões de euros), contra uma subida de 58% no mesmo período do ano passado.

A faturação para a atividade de computação em nuvem (cloud computing) quase duplicou para 4,7 mil milhões de yuans e o volume de negócios da divisão de entretenimento do grupo subiu 46,4% para 6 mil milhões de yuans.

A Alibaba anunciou ter criado uma holding para supervisionar o seu serviço de entrega de produtos alimentares Ele.me e a plataforma de comércio online Koubei, que recebeu mais de 3 mil milhões de dólares em compromissos de novos financiamentos da sua casa-mãe e da Softbank.

As atividades principais da Alibaba incluem os mercados online Tmall e Taobao, bem como a plataforma de pagamento online Alipay.

O volume de negócios dos players chineses do e-commerce para o período de abril a junho é tradicionalmente superior ao dos três meses anteriores devido aos saldos de meio do ano que culminam a 18 de junho. Os analistas alertaram, no entanto, que este ano as vendas deverão ser inferiores, já que os saldos coincidem com o período de férias.

O número dois chinês do comércio eletrónico, a JD.com, disse na semana passada ter falhado as suas metas de vendas nesta ocasião devido a uma desaceleração inesperada no final de junho.

Fonte: Fashion Network

Adquirentes

Os consumidores têm altas expectativas de seus aplicativos de banco digital

Shares Facebook Twitter LinkedIn Os consumidores querem que os bancos façam mais do que apenas segurar seu dinheiro. Eles querem que seus bancos os ajudem a atingir suas metas financeiras. De fato, um novo relatório de consumo da CSI mostra que 83% dos consumidores americanos concordam com essa afirmação. Esse número saltou para 87% para os consumidores […]

This post is only available to members.
Redação Pagamento.me

Published

on

Shares Facebook Twitter LinkedIn Os consumidores querem que os bancos façam mais do que apenas segurar seu dinheiro. Eles querem que seus bancos os ajudem a atingir suas metas financeiras. De fato, um novo relatório de consumo da CSI mostra que 83% dos consumidores americanos concordam com essa afirmação. Esse número saltou para 87% para os consumidores […]

This post is only available to members.
Continue Reading

Conteúdo Exclusivo

Consumidores se preocupam com segurança de aplicativos fintech

Shares Facebook Twitter LinkedIn Quase um terço dos consumidores bancários dos Estados Unidos usam aplicativos online e móveis para gerenciamento de dinheiro, mas muitos se preocupam com a privacidade de seus dados usados ​​nesses aplicativos e querem mais controle sobre o que pode ser acessado, de acordo com uma nova pesquisa conduzida pela The Clearing […]

This post is only available to members.
Redação Pagamento.me

Published

on

Shares Facebook Twitter LinkedIn Quase um terço dos consumidores bancários dos Estados Unidos usam aplicativos online e móveis para gerenciamento de dinheiro, mas muitos se preocupam com a privacidade de seus dados usados ​​nesses aplicativos e querem mais controle sobre o que pode ser acessado, de acordo com uma nova pesquisa conduzida pela The Clearing […]

This post is only available to members.
Continue Reading

Banco

Pagamento móvel na China mantém rápido crescimento

Leandro De Andrade

Published

on

Os pagamentos móveis na China mantiveram um rápido crescimento no segundo trimestre de 2018, mostraram os dados do banco central.

Os bancos do país processaram 14,92 bilhões de transações do tipo no período, um crescimento anual de 73%, de acordo com o Banco Popular da China.

As transações somaram 62,88 trilhões de yuans (US$ 9,15 trilhões), uma alta anual de 60%.

A indústria de pagamento online da China cresce rápido nos últimos anos em meio à crescente disponibilidade de smartphones.

Quanto às instituições não bancárias, os pagamentos online somaram 48,29 trilhões de yuans no segundo trimestre, um crescimento anual de 53,35%.

Continue Reading
Advertisement A maior conferência do segmento financeiro

featured

Copyright © 2015 ~ 2018 Pagamento.me.