Por enquanto, negócio desfeito entre Linx e Cielo. A proposta de criar uma joint venture para fazer gestão de vendas e pagamentos no comércio, vai ficar no projeto. O anúncio que a adquirente e a empresa de software de gestão iriam se juntar para criar um sistema que resolvesse a vida do comerciante, parecia uma ótima jogada para o varejo.

Mas, para a surpresa de todos, a Linx anunciou que as empresas não vão seguir com o projeto por conta de pontos discordantes da estratégia. De fato, a oportunidade é muito grande para os pequenos comércios no Brasil e maior ainda, para soluções que consigam fazer a gestão desse setor. A própria Cielo, havia feito uma pesquisa onde mostrava que quase 50% dos pequenos comércios não tinham automação comercial.

A Cielo ainda não se pronunciou.

Fique de olho nisso

O Clover, solução que a First Data, adquiriu lá nos EUA, está em teste no Brasil (veja a reportagem aqui). Vale citar também que um grupo de empresários (alinhados com inovação) fundaram e colocaram no ar a Market Up, um PDV inteligente que faz automação comercial, emite NFs, faz gestão e vem com um ERP pronto no sistema. A startup foi idealizada por Romero Rodrigues (ex-Buscapé), Alexandro Hohagen (ex-presidente do Google Brasil, atual VP do Facebook), Hélio Rotenberg (Positivo Informática) e Carlos Azevedo (Guia da Semana).

Advinha o que eles estão enxergando? O mercado bilionário que é o da automação comercial para pequenos varejos.

Fonte: Isto é