Um dos princípios básicos de se resolver problemas no ambiente fintech é criar algo realmente de uso fácil.

Esse é o caso das pulseiras de pagamento, que não foram notícias aqui, exatamente pelo desconforto do mercado em diversas empresas investirem nessa tecnologia, que não substitui em nada, o mobile payment ou o nosso cartão de crédito. Ou seja, parece até aqui uma tentativa básica de solucionar problemas no varejo. E em alguns casos, simplesmente para virar case de marketing.

Bancos, bandeiras e até startups (mesmo negligenciando o custo disso) lançaram diversas pulseiras, foram mídia de sites e quem tem visto elas por aí? Você usa alguma?

Ninguém.

O Seu Zé da Padaria ainda pergunta: “Crédito ou Débito”?